Tráfego Pago

Fazer a indústria crescer e ter mais clientes. Com certeza, esses são os desejos de quem é gestor e gerente de marketing de qualquer empresa. No entanto, para que isso aconteça é necessário investir em estratégias de marketing digital como o tráfego pago.

Tráfego Pago

O que é tráfego pago?

Quando se quer mais visibilidade dos canais da empresa, você tem que aumentar o tráfego. Portanto, tráfego pago é quando você paga ao Google ou qualquer outra plataforma para mostrar um anúncio.

Entretanto, é importante que você saiba de uma coisa. Para que a estratégia de tráfego pago dê certo, é necessário ir além dos links patrocinados. O que isso quer dizer? Você deve entregar soluções para quem clica no anúncio.

Somente desta forma conseguirá que as pessoas fiquem mais tempo no site para que os algoritmos vejam a relevância do conteúdo e exibam mais os anúncios.

Assim, podemos definir tráfego pago como um investimento que você faz para atrair os usuários certos para uma oferta, página ou algum canal digital da empresa.

Qual é a importância do tráfego pago?

O tráfego pago é tão importante quanto o tráfego orgânico. Porém, na primeira estratégia, você tem um retorno mais rápido do investimento. Além disso, quando é desenvolvida ações de tráfego orgânico e tráfego pago, há mais possibilidade de chegar ao resultado esperado.

Além disso, com o tráfego pago, você:

.

Entrega para o público certo

No tráfego pago, é possível segmentar o anúncio. Isso significa que a informação será entregue para a persona, ou seja, o cliente ideal.

Portanto, ao elaborar um anúncio, é preciso definir sexo, interesse, idade, região e outras segmentações que são importantes para a estratégia.

Tem mais visibilidade

O tráfego orgânico é importante para o seu negócio. Com ele, a indústria mantém o seu nome no topo do Google. No entanto, para você ter os resultados que deseja é de médio a longo prazo, tornando-se demorado.

Além disso, o retorno do tráfego pago é mais rápido, pois aumenta a visibilidade da indústria.

.
.

Amplia a taxa de vendas

Com os links pagos, você amplia a taxa de vendas, pois atinge as pessoas que já sabem qual produto comprar. Assim, com as palavras-chave certas você entrega a solução para o usuário no momento em que ele busca pelo termo no Google.

Qual é a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico?

Veja as principais diferenças entre os dois tipos de tráfego:

Tráfego pago

É quando você paga para o Google ou qualquer outra plataforma exibir os anúncios da empresa com o intuito de atrair visitantes para o site ou as redes sociais da organização.

Tráfego orgânico

Quando você utiliza conteúdo para atrair o cliente ideal. Podem ser artigos para site ou conteúdos para as redes sociais.

Como fazer tráfego pago?

Em primeiro lugar é preciso planejar as estratégias de tráfego pago. Depois você deve acompanhar, testar e analisar. Em seguida, escolher os objetivos da sua campanha que podem ser:

  • ✅ Reconhecimento da marca;
  • ✅ Tráfego para o site da empresa;
  • ✅ Vender um produto ou equipamento;
  • ✅ Divulgar uma oferta.

No entanto, para que todas as campanhas de tráfego pago deem certo é necessário conhecer o público e a persona. Depois, é preciso definir o formato como texto, imagem ou vídeo. E por fim, a chamada de ação que é o CTA (Call to Action).

Já sobre o orçamento para o anúncio, a cobrança pode ser custo por clique (CPC) ou por impressões (CPM). Veja a seguir o que significa cada uma:

Impressões

Aqui você saberá quantas vezes seu anúncio aparece, baseado nas palavras chaves que ativaram seus anúncios.

Gráfico Impressões

CPC

Esse formato é para quem deseja gerar cliques. Quando você garante que seus website convence e tem os CTA – Call to Action suficientes para captar esta pode ser uma de suas estratégias. Neste caso, você paga cada vez que alguém clicar em seu anúncio.

Gráfico CPC

CPM

Já no CPM, você paga por cada vez que mil pessoas visualizarem o seu anúncio. Aqui, quem der o maior lance é que terá o melhor alcance e ranqueamento. Além disso, essa estratégia é para quem deseja gerar reconhecimento da marca e ganhar visibilidade.

Como você viu neste artigo, o tráfego pago é importante para a indústria ou qualquer outro tipo de negócio. No entanto, se quer ter resultados, é preciso planejar as ações de marketing para poder investir e alcançar o que pretende.

Gráfico CPM

CTR

A proporção da frequência com que as pessoas que visualizam seu anúncio clicam nele. A taxa de cliques (CTR) pode ser usada para avaliar o desempenho das suas palavras-chave, anúncios e listagens de produtos gratuitas.

Aqui não existem mágicas para seu anúncio performar, mas uma boa campanha parte de CTR acima de 2,5%. Inferior a esses indicadores existem coisas que podem estar impactando negativamente. Exemplos: Excesso de palavras chaves, páginas de destino com baixa qualidade, tempo de carregamento da página de destino.

Gráfico CTR

ROI

Para calcular o ROI, subtraia seus custos totais da receita gerada pelos anúncios e, em seguida, divida o resultado pelos custos totais: ROI = (receita – custo dos produtos vendidos) / custo dos produtos vendidos.

Gráfico ROI

CAC

Trata-se do custo de aquisição cliente, é um dos principais indicadores entre marketing e vendas pois a partir destas informações o alinhamento define as métricas que deverão ser obtidas nas estratégias das campanhas pagas.

CPV

Os lances de CPV são a forma padrão de definir o valor que você paga pelos anúncios em vídeo TrueView (quando criados no Google Ads). Com os lances de CPV, você paga pelas exibições de vídeos e outras interações de vídeo (como cliques em call-to-action overlays, cartões e banners complementares), o que ocorrer primeiro.

Quais ferramentas utilizar para fazer tráfego pago?

Há várias ferramentas que você pode utilizar para fazer tráfego pago. Confira:

Google ADS

Os lances de CPV são a forma padrão de definir o valor que você paga pelos anúncios em vídeo TrueView (quando criados no Google Ads). Com os lances de CPV, você paga pelas exibições de vídeos e outras interações de vídeo (como cliques em call-to-action overlays, cartões e banners complementares), o que ocorrer primeiro.

Google ADS

Sobre o orçamento, a nossa dica é que o gerente de marketing separe uma verba mensal para anunciar no Google. Para saber o valor a ser investido sempre keywords planner e entender quais são as palavras chaves que fazem sentido para seu negócio e a partir daí começar uma campanha local.

Facebook ADS

No Facebook ADS você pode escolher anúncios de topo, meio e fundo de funil. Ou seja, pode produzir anúncios para as pessoas curtirem a página da indústria no Facebook. Também pode subir uma campanha de tráfego para o site.

Facebook ADS

Também dá para subir anúncios focados em conversões. Você pode criar um pixel no Facebook e instalar em seu site. Ao subir o anúncio focado em vendas, a rede social mostrará a sua publicação para aquelas pessoas que realmente têm o interesse em comprar o seu produto.

E aqui precisamos de um alerta. Hoje, o Facebook só aprova anúncios de conversão para links que apontam para quem tem uma estrutura própria, ou seja, um site pessoal ou de empresas. Sobre o investimento em tráfego, você pode começar com R$10,00 (diários) e analisar a sua campanha para ver se a estratégia está dando certo.

Pinterest ADS

Pinterest ADS O Pinterest ainda é pouco explorado pelas empresas em geral. Ele é mais utilizado por influenciadores que desejam atrair tráfego orgânico para o seu blog. Além do tráfego orgânico, este ano a plataforma liberou o Pinterest ADS, que se parece com o Google ADS.

Para fazer um anúncio, você deve configurar a sua conta de anúncios. Em seguida, a forma de pagamento. Por enquanto, a plataforma só aceita o pagamento com o cartão de crédito.

Google ADS

No entanto, para que a indústria tenha sucesso com as campanhas, você deve caprichar na escolha das palavras-chave do anúncio, pois o Pinterest não é uma rede social e sim um buscador. Ele funciona como o Google.

Assim, os usuários do Pinterest utilizam a lupa para buscar inspirações e encontrar produtos ou serviços. Além disso, você pode subir uma campanha com um orçamento mínimo e fazer os testes.

Separe, por exemplo, R$ 200,00/mês e suba os anúncios no Pinterest ADS. Para você ter ideia, há pessoas que gastam R$ 10,00 (dia) com anúncios na plataforma. Teste o Pinterest ADS e avalie a sua estratégia.

Se der certo, repita os passos. Se não der resultados, mude a sua forma de anunciar, analise as palavras-chave e também o orçamento. Nunca se esqueça que em marketing, tudo é teste. Por isso, vale a pena você fazer tráfego pago em várias plataformas e ver a que traz mais retorno para a empresa.

Como você viu neste artigo, o tráfego pago é importante para a sua indústria. No entanto, se você deseja ter resultados, deve planejar as suas ações de marketing para poder investir e alcançar o que pretende.

Empresas certificadas

Como é de costume dentro da LABRA a continuidade dos processos e da eficiência na entrega, é importante certificar-se que a empresa atenda a necessidade, que ela seja homologada e certificada tanto pelo Facebook bem como Google Ads, para não ter surpresas desagradáveis.

Conte com nossa equipe de profissionais que fazem a diferença na hora de acontecer, e comprovar os resultados de cada investimento de sua empresa.

Comece a gerar resultados!

Precisa de uma agência, que seja especializada em marketing industrial para ajudar você a alcançar os melhores resultados para a sua empresa? Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato com você!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.