Criação de Sites

O melhor site para sua empresa

Ter um site deixou de ser um diferencial e se tornou obrigatório para as empresas. Visto que a Internet passou a ser um ambiente não só de entretenimento, mas também de compras, marcar presença nela e se consolidar é sinônimo de autoridade e lucratividade.

Por isso a criação de sites tem um papel tão fundamental, como um meio de potencializar os objetivos do negócio. Preparamos um conteúdo com as etapas necessárias para que a sua empresa se destaque na rede com o auxílio de um site.

Criação de Sites

O que é preciso para ter um site?

Existe uma quantidade infindável de sites e páginas web na Internet. Isso implica no fato de que novos nomes devem ser criados e não serem semelhantes aos que já existem. Além disso, é preciso armazenar todos os documentos, imagens, vídeos e demais mídias do site em um lugar seguro. Falaremos a seguir sobre os conceitos de domínio e hospedagem, explicando como eles se relacionam, respectivamente, com o nome e o local de armazenamento do site.

O que é o domínio de um site?

O domínio nada mais é do que o endereço colocado na barra do navegador. Também conhecido por URL, é recomendável que ela tenha o nome da empresa, além de não ter nenhum outro domínio de mesmo nome. Para isso, a visita ao site Registro.BR ajuda a identificar se o domínio existe ou não.

O que é um servidor de hospedagem de um site?

O servidor de hospedagem é onde ficará todo o conteúdo do site, incluindo os textos, folhas de estilo e mídias. Para negócios que estão ainda iniciando sua presença na web, é recomendada a hospedagem compartilhada, pois os custos são menores, em virtude do compartilhamento dos recursos com outros sites. No entanto, quando ocorre o aumento do número de visitas, essa opção deixa de ser interessante, exigindo a mudança para uma hospedagem dedicada.

Quais as etapas de criação de um site?

Visto que o site é a vitrine virtual da empresa, ele precisa ser bem planejado e desenvolvido. Por isso, o processo é composto por várias etapas, que você pode conferir a seguir:

  • Briefing

    Quais valores, a missão e a visão da empresa? Quais os seus concorrentes? Qual público ela deseja atingir? As respostas a estas e várias outras perguntas farão parte do briefing, que será o norte para todas as etapas seguintes. Na prática, o cliente deve preencher um formulário e entregá-lo à empresa que fará o site, contendo todas as informações necessárias para o projeto acontecer e proporcionar os resultados esperados.

  • Atendimento

    A etapa de atendimento geralmente ocorre junto ao briefing. Consiste na reunião entre a empresa responsável pelo site e o cliente, de modo que ali as ideias possam surgir e serem trabalhadas posteriormente. Aqui é muito importante o caráter consultivo da conversa, visto que é preciso alinhar diversos pontos, como o orçamento do cliente. Portanto, o trabalho a ser feito deve não só estar conforme as suas necessidades, mas também que caiba no seu bolso.

  • Planejamento

    Após a conversa com o cliente e o recebimento do briefing, é hora de planejar. Nesta etapa, a empresa responsável por criar o site pode fazer o benchmarking, ou análise da concorrência. Dessa forma, ficará mais fácil obter insights que ajudarão a equipe a desenvolver algo no site que promova diferencial competitivo ao negócio.

    No planejamento também serão escolhidas as palavras-chave que serão inseridas pelos usuários na busca. A empresa que criará o site fará uma análise do volume de pesquisas daquele termo, bem como tentar identificar as intenções de busca da pessoa.

    Imagine um site que vende alimentação Pet: quais palavras-chaves os donos de animais podem digitar? Podemos imaginar termos como gato, cachorro e ração, pois denotam que a intenção da pessoa está em encontrar algo para comprar, ou simplesmente quer se informar melhor sobre algo.

    Planejamento de Websites

    Em resumo, o planejamento de SEO (Search Engine Optimization) tem por objetivo promover um bom volume de visitas orgânicas ao site, seja para aumentar os conhecimentos da pessoa (acessando o blog, por exemplo), ou vender algum produto Pet ao seu animal de estimação.

  • Produção de conteúdo

    As palavras-chaves que foram planejadas serão distribuídas ao longo do conteúdo do site. Para que o SEO propicie os resultados esperados, existem uma série de boas práticas relacionadas à escrita dos textos e inserção de mídias, a destacar:

    ✅ Escaneabilidade: O conteúdo deve ser de fácil leitura, sendo subdividido em intertítulos e parágrafos não muito longos;

    ✅ Na hora de inserir imagens, é preciso usar um texto alternativo que as descreva. É útil tanto em termos de SEO como de acessibilidade web;

    ✅ O uso de hiperlinks é fundamental, tanto para direcionar o usuário a outras áreas do site, como páginas externas. Tudo isso ajuda no melhor ranqueamento nos mecanismos de busca.

    Caso a empresa não tenha pessoas especializadas em produção de conteúdo, nós da Labra podemos auxiliar. Temos a experiência necessária para que os textos do site possam se converter não só em mais visitas, mas também em vendas e construção de relacionamento com a marca.

  • Criação e design

    A etapa de criação e design é a construção propriamente dita do site. Aqui a equipe decidirá, por exemplo, se usará o Wordpress ou fará o código à mão, com HTML, CSS e Javascript. A primeira opção é bastante recomendada caso o cliente esteja um pouco apressado para ter o seu site no ar rapidamente. Já a codificação à mão pode promover um nível maior de personalização, caso o produto a ser desenvolvido tenha funcionalidades mais complexas.

    Websites feitos pela labra
  • Programação

    A etapa de criação e design é focada no front-end do site, ou a parte que fica visível ao usuário. Já a programação é voltada para o back-end, que consiste, entre outras coisas, na lógica por trás da conexão com banco de dados e armazenamento das informações do site em servidores web.

  • Validação

    A validação do site consiste em deixá-lo em conformidade com as diretrizes do W3C. Também conhecido por Consórcio World Wide Web, esta organização possui uma série de regras, relacionadas, por exemplo, com a acessibilidade do site. Em outras palavras, é preciso também se preocupar com aqueles usuários portadores de alguma limitação, seja ela motora, cognitiva, visual ou auditiva. O W3C classifica os sites com base na sua acessibilidade; quando ele é validado pela entidade, significa que o conteúdo possui pelo menos o grau mínimo de experiência para os usuários com necessidades especiais.

  • Aprovação

    Depois que o site foi codificado, testado e validado pelo W3C, é hora de entregá-lo ao cliente. Este pode aprová-lo ou solicitar ajustes, caso alguma funcionalidade não tenha saído conforme o esperado ou ele deseje mudar algo. Os pormenores relacionados a prazos e ajustes devem estar descritos no contrato entre as partes.

  • Publicação

    Após o cliente aprovar o site, é chegado o momento de escolher o domínio e hospedagem dele. Além disso, ele precisa se submeter ao processo de indexação do Google, pois isso torna ele, de fato, elegível para ser encontrado quando os usuários digitarem as palavras-chaves relacionadas ao negócio.

Quais as vantagens de ter um site?

Como falamos, ter um site não é mais um diferencial, mas sim uma obrigação. Mesmo assim, é possível que ele tenha elementos que destaquem o negócio da concorrência, de modo a ganhar a atenção do público. Dentre as principais vantagens de um site, podemos citar:

  • ✅ Aumento de visibilidade;
  • ✅ Visitas orgânicas ao site, são aquelas que não precisam ser impulsionadas por anúncios pagos;
  • ✅ Aumento de vendas, o que significa maior receita e a possibilidade de expandir o site e o negócio.

Quais as principais características de um site?

Visto que o site é a vitrine virtual da empresa, ele precisa ser bem planejado e desenvolvido. Por isso, o processo é composto por várias etapas, que você pode conferir a seguir:

URLs amigáveis

É recomendável que as URLs não sejam muito longas. Além disso, elas devem conter as palavras-chaves referentes ao negócio, pois isso auxilia no SEO e torna o conteúdo mais fácil de ser encontrado. Por exemplo, a URL agencialabra.com/aprenda-a-criar-um-site-com-esse-passo-a-passo-de-7-etapas é longa demais e pode ser substituída por agencialabra.com/criar-um-site.

Menu

Todas as opções disponíveis do site precisam estar em um menu. Isso é algo que varia bastante de página para página, mas a recomendação é que eles estejam na parte superior, sejam de fácil navegação e tenham boa responsividade.

Informações de contato

É justamente na etapa de meio do funil que o potencial cliente pode querer conversar com a empresa. Nesse caso, as informações de contato devem ser disponibilizadas, inclusive com opções adicionais além do telefone, como o Whatsapp. Quanto mais canais, melhor para promover uma boa experiência do usuário e fazer o negócio se destacar dos concorrentes.

Botões de redes sociais

Além de ter um blog e um site, a empresa deve também marcar uma forte presença nas redes sociais. No entanto, é preciso ter em mente em quais plataformas os potenciais clientes do negócio estão, pois, de nada adianta, por exemplo, estar no Twitter sendo que as pessoas costumam usar o Instagram.

Desempenho

Desempenho Um site também deve carregar rápido, principalmente em dispositivos móveis em lugares com sinal de Internet mais fraco. Segundo pesquisas, se uma página demora mais de 3 segundos para abrir, os usuários já desistem e tentam acessar outra. Uma das formas de promover o melhor desempenho é otimizando as imagens, reduzindo o tamanho e diminuindo a quantidade de banda necessária para o carregamento.

Blog

Blog Um site precisa ter um blog para que os conteúdos sejam publicados em um lugar à parte. Geralmente, o intuito do blog é publicar artigos relacionados com o interesse da pessoa que está visitando aquela página, sendo comum as expressões topo, meio e fundo de funil. Elas representam, respectivamente, os níveis de consciência e engajamento do usuário com aquele blog ou site.

Em outras palavras, a pessoa no topo do funil quer apenas consumir conteúdo; já quem está no meio já percebeu a necessidade de adquirir um produto que atenda às suas necessidades; por fim, o fundo de funil é quando a pessoa se decide a comprar algo no site da empresa, com ou sem recorrência.

Ferramentas do Google

Também é crucial medir a performance do site. Nesse sentido, o Google Analytics é uma das ferramentas mais populares, visto que é facilmente incorporada às páginas web. Com ela, é possível coletar inúmeras métricas e verificar, por exemplo, se o volume de visitas ao site está grande ou não, além de verificar tempo de permanência na página e percentual de conversão dos leads em clientes.

Outra ferramenta bastante usada é o gerenciador de tags do Google, ou Google Tag Manager. Também é bastante fácil incorporá-lo ao site, sendo ele responsável por automatizar a inserção de tags para o acompanhamento de performance.

Google Analytics
Portfólio de sites

Confira alguns sites que já desenvolvemos

Nós da LABRA podemos ser o parceiro ideal na otimização do seu site. Ajudamos no planejamento, produção de conteúdo e outras demandas, proporcionando a melhor experiência possível aos visitantes e clientes do site. Conheça alguns projetos que desenvolvemos:

Baixar portfólio

Como a Labra pode melhorar a performance do seu site?

Nós da Labra podemos ser o parceiro ideal na otimização do seu site. Ajudamos no planejamento, produção de conteúdo e outras demandas, proporcionando a melhor experiência possível aos visitantes e clientes do site.

A criação de sites, como vimos, pode proporcionar várias vantagens ao negócio. Seguindo as etapas citadas, as chances de performar bem serão maiores, principalmente em virtude dos esforços de SEO e a validação do W3C, que preza, entre outras coisas, por promover a acessibilidade na web.

Ficou interessado em conhecer melhor os nossos serviços? Então entre em contato conosco e veja como a Labra pode impactar o seu negócio com a criação de sites!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com a Política de Cookies.